terça-feira, 16 de junho de 2009

Denso noveiro...


Denso nevoeiro,
que me cegas o olhar,
que tiras-me o luar
e cercas-me por inteiro...
Radiante lua,
que o teu lindo brilhar foi escondido,
choros ouço e lágrimas desvanecem, pois estás nua,
desde que teu longo e branco vestido te foi obstruído...
Ó escuro nevoeiro,
que só trazes tristeza,
felicidade... Que rareza!
Vai-te embora ó nevoeiro!
Quem te quer,
é só quem vidas ceifa...

1 comentário:

MAMT disse...

SEM PALAVRAS X:
$$$$
OH'$ TU NAO ES SO COMICO , TAMBEM ES UM AUTENTICO POETA'$$