quinta-feira, 22 de maio de 2008

Pequena alma e seu amor...


Acima das nuvens,
Nas estrelas escondida,
Pequena alma
que em tempos fora amada,
mas que agora é odiada
que em tempos estara apaixonada,
mas que agora em amor
nem consegue pensar...
Tanta dor, tanto ardor,
Odiar e repulsar
aqueles que lhe amavam,
Como grande ditador
manda as tropas inimigas arrasar
e destruir...
Pequena alma
que só pensa em fugir,
pois sozinha é que é feliz,
mas sorrir
não consegue
até eterno amor encontrar
Por ela odiado e amado
ao mesmo tempo...
Seu amor sempre a procurar,
por todos o recantos,
Procurar o que antes nunca fora achado.
Pequena alma e seu amor
Um a fugir como à morte condenado
outro a procurar como explorador danado...
Amor proibido
Como se já tivesse morrido
Nunca se encontrando
Nunca conrrespondido...
Nunca chegando a dizer
o que um pelo outro haviam sentido...

6 comentários:

Anónimo disse...

Cool! keep doing these poems! nice work ;)

Nana : ] disse...

OMG :D

Os teus poemas nao~ sao~ nda a tua cara *

Qem te vê e te ouve flr principalmente, xD, nem seqer associa e axa isso possivel =)

Tá fixe +,+

«3

Anónimo disse...

Uh vai t fder crl isse ta excelente
DARKNESS POET will rule th wooorld!
You rock ma' man
Continua q ja sabes q es 5*
The Best lool

BM

Anónimo disse...

ohhh 1 a fugir e outro a prokurar n dá mto certo, max há k prokurar até enkntrar ;D

max sim snhor ta mto profundo =P

Anónimo disse...

ass: genética exkeci me xD

Anónimo disse...

o pikeno tem jeitinho.......^^adrt
p.s. AMARAL