sexta-feira, 29 de junho de 2007

Alma...

A minha alma estava sozinha
com ninguém para beijar,
ninguém para abraçar
e ninguém para segurar…
Na escuridão,
estava nas profundezas,
haviam muitas maneiras
de iluminar o meu trajecto,
mas nenhuma delas
eram seguras,
Umas tinham sangue,
Outras tristeza
e até tinham dor…
Mas então tu
vieste e eu
reparei que tu
eras o caminho para iluminar
o meu trajecto sombrio,
o único caminho
que era seguro,
tu tiraste-me da escuridão
para a luz,
fizeste com que sentisse felicidade
porque acreditava que estava apaixonado por ti...

Sem comentários: